sábado, 25 de fevereiro de 2012

O que ficou...


Há 12 anos estávamos eu e meus amigos de turma nos formando em Ciência da Computação na Universidade Estadual de Maringá (UEM). Em nossa colação de grau tive a honra de ser o orador geral de todos os formandos da formatura conjunta da UEM. No discurso que preparei (do qual lembro de apenas alguns trechos, infelizmente) optei por encerrá-lo adaptando um poema de Fernando Sabino. Nesse clima de nostalgia, recordo-me destas palavras:
"De tudo ficaram três coisas: 
A certeza de que estamos apenas começando,
A certeza de que é preciso continuar e
A certeza de que podemos ser interrompidos antes de terminar.
Fazer da interrupção um caminho novo,
Fazer da queda um passo de dança.
Do medo uma escada,
Do sonho uma ponte,
Da procura um encontro.
Fica a promessa do reencontro,
Fica o desejo de boa sorte,
Fica a vontade de que lutes e venças!"
Creio que são boas palavras de inspiração. É o que fica para todos nós...

Crédito da foto ao Paulo Roberto Crestani Júnior.