segunda-feira, 13 de maio de 2013

Ter um filho, escrever um livro e...


Plantar uma árvore! Há um ditado popular que diz que para ter uma vida realizada basta "ter um filho, escrever um livro e plantar uma árvore". Não necessariamente nesta ordem, já que o que importa é o conjunto da obra. Filhos já tenho dois, e finalmente escrevi o primeiro livro. A árvore ficará para depois...

Confesso que achei que seria mais fácil. Escrevi o livro a convite do EAD do CESUMAR para a disciplina de Banco de Dados. Banco de Dados não é exatamente a minha área de atuação, mas é algo com que inevitavelmente acabo trabalhando no cotidiano.

Inúmeras horas de esforço, muitas noites dormindo muito pouco e várias palavras depois surgiu o resultado. A quem teve a oportunidade de lê-lo, espero que tenha sido proveitoso. Sempre fica a sensação e o desejo de ter feito um trabalho melhor. Infelizmente a pressão do tempo me obrigou a termina-lo, mas ainda bem que foi assim: caso contrário nunca teria fim.

Este foi um livro que os meus compromissos profissionais me obrigaram a produzir; mas com esta experiência espero poder ainda este ano ao menos iniciar um outro projeto: escrever um livro por puro prazer. Aos poucos venho desvencilhando-me de várias outras atividades para tentar fazer algo que há anos está no meu desejo. Espero que consiga. Quem sabe daqui a um ano posso ter algo melhor pra compartilhar com vocês.