terça-feira, 9 de setembro de 2014

Sempre conteste o status quo!


Quando criança, tive a grande oportunidade de estudar filosofia durante alguns anos. É evidente que devo considerar-me um ignorante enquanto filósofo devido à ínfima quantidade de estudo, mas se há algo que aprendi nas aulas e que carrego de modo absolutamente fundamental na vida é a necessidade do questionamento constante.

Duvide de tudo. Duvide de todos. Duvide principalmente de si mesmo e de suas convicções. Não basta aceitar os fatos somente porque "os outros dizem", "os outros acreditam" ou porque "sempre foi assim". Use a lógica e o pensamento para chegar ao porquê das coisas. Busque a verdade incessantemente, mesmo sabendo que a verdade absoluta é inatingível.

Toda a evolução do conhecimento humano é baseada no constante questionamento. Antes acreditava-se que a terra era plana, que a mesma era o centro do universo - depois que o sol era o centro do universo e que o universo era finito! Só evoluímos porque alguém se dispôs a contestar o status quo.
"Status quo: estado atual das coisas".
Sei que muitas vezes incomodo os outros com meus questionamentos - só a informação não me basta, eu preciso saber os porquês. Eu aprecio pensar diferente. E notem que pensar diferente não implica em estar certo ou errado: implica em construir argumentos a favor ou contra um determinado pensamento. Se poderemos evoluir e criar novas conclusões a partir disso é tarefa para a nossa lógica e razão.

E infelizmente lógica e razão são virtudes cada vez mais escassas, pois as pessoas estão perdendo a capacidade de contestar o status quo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário